GÊNERO, SEXUALIDADE E IDEOLOGIA: AS POLÍTICAS PÚBLICAS EDUCACIONAIS NO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

Resumo: Este projeto de pesquisa interinstitucional (em parceria com a Estácio de Sá de Vila Velha-ES) tem como objeto de estudo a relação das políticas públicas de gênero no âmbito educacional de cinco municípios da Microrregião da Grande Vitória/ES. Questiona quais os desdobramentos do movimento desencadeado pela chamada “ideologia de gênero” em relação às ações pedagógicas dos/as professores no âmbito escolar? Em contrapartida, que ações têm sido produzidas pelas escolas da Grande Vitória que envolve a categoria gênero? Que relações este movimento apresenta com o projeto “Escola sem partido”? Tem como objetivo principal analisar as políticas de gênero para a educação nesses municípios, em especial a partir do surgimento do movimento da denominada ideologia de gênero. Busca-se ainda: identificar regulamentações que versam sobre a temática de gênero e diversidade sexual nas secretarias de educação da Microrregião da Grande Vitória; caracterizar a posição das secretarias de educação da Microrregião da Grande Vitória em relação ao gênero e à diversidade sexual; identificar as ações desenvolvidas pelo Sindicato dos/as professionais em educação pública do Espírito Santo (Sindiupes) voltadas para o debate em torno do gênero e da diversidade sexual e identificar as ações desenvolvidas pelos Conselhos Municipais de Educação voltadas para o debate em torno do gênero e da diversidade sexual. A pesquisa se justifica, especialmente, pela necessidade de se identificar os desdobramentos dos movimentos que buscam limitar, nos currículos escolares, o debate em torno da diferença e contribuir para dar visibilidade ao que se tem produzido sobre o tema em especial para subsidiar a ação dos/as docentes que ainda insistem em discutir gênero e diversidade sexual na escola. Esperamos que a pesquisa contribua também para denunciar a tentativa de minar a autonomia docente no que se refere aos conteúdos curriculares pautados no respeito à diferença. Outra relevância da pesquisa é o seu ineditismo. A investigação se caracteriza como um estudo de natureza qualitativa, de caráter exploratório do tipo estudo de caso. Utilizará de fontes documentais e terá como instrumentos de recolha de dados a entrevista.Data de início: 2018-08-01Prazo (meses): 24Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Colaborador Cecília de Santana Gabriel
Colaborador Nelson Figueiredo de Andrade Filho
Coordenador Erineusa Maria da Silva
Vice-Coordenador Elda Alvarenga
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910